Bianca

Bianca Prado, 35 anos, aprendeu a tocar violão aos 12 anos de idade para acompanhar os pais e suas irmãs em grupos e projetos da igreja em que cantava e tocava. Participou de banda na escola em que estudava inglês quando adolescente fazendo shows no Rio de Janeiro e interior de São Paulo. Anos mais tarde, foi convidada para ser a cantora principal da banda na qual conheceu Daniel, fazendo apresentações em grandes eventos, abertura de shows, bares, confraternizações de empresas e casamentos.
Participou de workshops de canto em São Paulo e foi cantora convidada para inúmeros projetos da Orquestra Jovem de Mogi das Cruzes, entre eles: Elas cantam Elba Ramalho, Elas cantam Roberto Carlos, Natal de Sorrisos, Natal Presente, Festival de inverno Serra do Itapety e Especial Canarinhos do Itapety entre 2011 e 2014. Foi backing vocal da banda de blues Daniel Prado’s Blues Storm em 2010 e fez uma participação especial com a mesma banda juntamente com o guitarrista norte americano Dean Scala em 2013. Gravou músicas em Inglês para livros didáticos da Escola de idiomas CNA® (Instituto Cultural Norte Americano) e Editora Moderna/Richmond®, ambos com distribuição Nacional e direção técnica linguística de nativos da língua.
Ela se aventura no estudo do piano desde 2010, e há 2 anos faz aulas com o professor Junior Santos em escola licenciada pelo método EM&T.
Bianca é formada em Psicologia e é especialista em Psicologia hospitalar pelo Hospital das Clínicas de São Paulo. É também professora de Inglês como segunda língua há mais de 16 anos e Pós-Graduada em Língua Inglesa. Contudo, hoje dedica-se quase que exclusivamente a seu trabalho musical com Daniel, cuidando de toda parte administrativa, social e de consultoria musical da dupla.
É mãe de uma gatinha adotada pela casal há 7 anos, tenta desde Janeiro cuidar de suas plantas suculentas – cruzem os dedos, absolutamente viciada em séries sites e café torrado e moído em casa pelo Daniel, investe seu tempo livre em experiências com maquiagem e cabelo e é conhecida por seus sobrinhos como tia Bibi.